Você sabe o que é serotonina e quais são seus efeitos em nosso corpo?

  • 0
images

Você sabe o que é serotonina e quais são seus efeitos em nosso corpo?

O que é a serotonina?

A serotonina é mais comumente conhecida como um neurotransmissor, embora alguns considerem esse processo químico como sendo um hormônio. É principalmente encontrada no cérebro, intestinos e plaquetas sanguíneas. Ela é conhecida principalmente por ser ativa na constrição músculos lisos, transmitir impulsos entre as células nervosas, regulando assim os processos cíclicos do corpo e contribuindo para o bem-estar e felicidade.

De onde vem a serotonina ?

A serotonina é fabricada no cérebro e nos intestinos. A maioria da serotonina do corpo, entre 80-90%, pode ser encontrada no trato gastrointestinal (TGI). Pode-se encontrar serotonina também nas plaquetas do sangue e no Sistema Nervoso Central (SNC).

A serotonina não pode atravessar a barreira sangue-cérebro, portanto, a serotonina utilizada  no interior do cérebro deve ser produzida dentro do próprio cérebro.

O que a serotonina faz?

Como um neurotransmissor, a serotonina transmite sinais entre as células nervosas (neurônios), regulando sua intensidade.

Acredita-se que a serotonina tenha um papel chave no sistema central, assim como no funcionamento do corpo, em especial o trato gastrointestinal.

Estudos encontraram ligação entre a serotonina e o metabolismo dos ossos, bem como a produção de leite materno e a regeneração do fígado e divisão celular.

Funções da serotonina

Sendo um neurotransmissor, a serotonina influencia, direta e indiretamente a maioria das células cerebrais.  Abaixo, uma lista de coisas que podem ser afetadas pela serotonina:

  • Função do intestino. A maior parte da serotonina do organismo é encontrada no trato gastrointestinal onde regula a função intestinal e movimentos. Também desempenha um papel na redução do apetite ao mesmo tempo que consome uma refeição.
  • Humor. A serotonina é mais conhecida por seu papel no cérebro, onde atua efetivamente no humor, ansiedade e felicidade. Alterações ilícitas do humor, como o uso de drogas como o Ecstasy e o LSD causam um aumento nos níveis de serotonina.
  • Coagulação. Seu terceiro papel mais importante é a formação de coágulos sanguíneos. A serotonina é libertada pelas plaquetas quando há ferimento, e a vasoconstrição resultante reduz o fluxo de sangue e ajuda na formação de coágulos sanguíneos.
  • Náuseas. Se você comer algo que é tóxico ou irritante, o estômago irá produzir mais serotonina para aumentar o tempo de digestão e expulsar a substância irritante na forma de diarreia. Este aumento nos níveis de serotonina no sangue também pode provocar náuseas, já que estimula esta aérea do cérebro.
  • A densidade óssea. Estudos mostraram que um nível elevado persistente de serotonina nos ossos pode levar a um aumento em osteoporose.
  • A função sexual. Baixar os níveis de serotonina em pacientes que apresentam intoxicação do hormônio também pode contribuir para o aumento associado da libido, enquanto aqueles que tomam a medicação para aumentam os níveis de serotonina apresentam uma redução da libido sexual.

Serotonina e depressão

Não se sabe precisamente o que causa a depressão.  Acredita-se que seja um provável desequilíbrio de neurotransmissores ou hormônios no organismo que podem levar ao transtorno.

Uma associação tem sido feita entre depressão e serotonina, embora os cientistas não tenham certeza se a diminuição dos níveis de serotonina causem a depressão, ou a depressão cause uma diminuição dos níveis de serotonina.

Embora seja possível medir o nível de serotonina no sangue, não é possível medir os níveis de serotonina no cérebro. Os pesquisadores não sabem se os níveis de serotonina na corrente sanguínea refletem os níveis de serotonina no cérebro.

Acredita-se  que  medicamentos tais como inibidores seletivos da receptação da serotonina (SSRIs) que podem afetar os níveis de serotonina no corpo agem  como antidepressivos e são confiáveis para destacar os sintomas da depressão.

Maneiras naturais de aumentar os níveis de serotonina

Bem como SSRIs e drogas ilegais, acredita-se que existam outras formas de aumentar os níveis de serotonina no corpo.

  • Indução de humor: Mudanças de pensamento, seja com psicoterapia ou autoindução podem aumentar os níveis de serotonina se a relação entre a síntese da serotonina e o humor forem comprovadas.
  • Luz: Já usada como um tratamento para o Transtorno afetivo sazonal, alguns estudos sugerem que a luz também pode ser usada para tratar a depressão
  • Exercício: O exercício tem um efeito antidepressivo, e algumas pesquisas sugerem que pode aumentar a função da serotonina no cérebro.
  • Dieta: alimentos que têm níveis mais elevados de triptofano do que outros podem estar ligados a melhora do humor e cognição, possivelmente devido ao aumento dos níveis de serotonina.
  • Acupuntura: estudos básicos mostram aumento dos níveis de serotonina em ratos e animais submetidos à acupuntura real.

Todas essas aéreas requerem um estudo mais aprofundado, já que todo o conhecimento sobre esses assuntos ainda é especulativo.

Há ainda muito que não conhecemos sobre a serotonina. As dificuldades envolvendo o estudo do  cérebro significam que  ainda demorará um pouco para que o conhecimento pleno sobre a serotonina possa ser adquirido.

Espero que este conteúdo tenha lhe sido útil de alguma forma! Se achou esse assunto importante, compartilhe nas suas redes sociais. E volte sempre, pois a cada 10 dias temos um novo post recheado de informações bacanas!

Abraços!

Psicóloga e terapeuta experiente, especializada em Terceira e Quarta Idades. Em constante aprimoramento teórico e com participação ativa em Grupos de Estudos, Simpósios e Congressos. Preparada para tratar depressão, ansiedade, síndrome do pânico, Alzheimer e conflitos de ordem pessoal, familiar, profissional e conjugal.


About Author

Flavia Merschmann

Psicóloga e terapeuta experiente, especializada em Terceira e Quarta Idades. Em constante aprimoramento teórico e com participação ativa em Grupos de Estudos, Simpósios e Congressos. Preparada para tratar depressão, ansiedade, síndrome do pânico, Alzheimer e conflitos de ordem pessoal, familiar, profissional e conjugal.

Leave a Reply

Agende a sua pré-sessão gratuita. Atendemos à domicílio, online e em consultório. Clique em agendar e envie sua solicitação.